terça-feira, 22 de fevereiro de 2011

Poesia do "Tuiter"

Esta poesia é uma singela homenagem (ao twitter.com), misturada com uma prazerosa brincadeira e unida com uma humilde reflexão.
Divirtam-se com essa leitura poética! Apreciem cada verso sem moderação, fazendo muito bom uso da imaginação, pois tudo na vida é uma questão de interpretação...
E lanço um desafio: O que há de comum entre todos os versos da Poesia do "Tuíter" que é algo característico do Twitter? Quem será que analisará as entrelinhas...? hehehe

Poesia do "Tuíter"

Tu-ia-ter o que fazer
se deixasse de tuitar?
Tu-ia-tar a viver
mais do que já está?

“Tuíter” serve como um menu
em que eu posso vagar a esmo...
Se não tenho elas, nem tu,
vai tu-iter mesmo!!!

Tu-ia-ter tuitado assim:
“@amor #vemmedaroseuamor”
E eu iria te dar um sim:
“no @, no #...onde eu vou pôr?

Por “tuíter” se comunica, se entretém,
se pesquisa, se aprende...
e ao crer que não há mais nada além,
aí que está: você se surpreende!

O “tuíter” trouxe uma novidade na escrita
melhor do que a nova ortografia:
Eu tuíto, Tu tuítas, Ele tuíta,
estamos tuitando...já é mania!

Tuitar é um falar mais breve...
em cento e quarenta caracteres.
Um exercício tão útil que serve,
principalmente, às mulheres.

Com novas ferramentas em geral
o “tuíter” se interage, se soma.
Mas será que traduzirão, afinal,
o seu site para o nosso idioma?

“Following” são quem eu sigo.
“Followers” são os meus seguidores.
“Tweets” é o que eu digo
pra quem está nos arredores...

Tu-ia-ter o que fazer
se deixasse de tuitar?
Tu-ia-tar a viver
mais do que já está?

A gente chama de “tuíter”,
porque o bicho já foi aportuguesado.
Porém, o certo seria “twitter”,
mas falar isso é muito complicado.

Não penso em T Ter por um momento,
pois você não sabe me divulgar.
Sou mais ser uns do TT's do momento
e ser comparado a um “popstar”!

Esse jogo de “tu me segue, eu te sigo;
Eu te sigo, tu me segue”
faz da pessoa virar um mendigo
pra ver se mais seguidores consegue...

Tudo bem quando tudo é passarinho,
mas quando os “tuiteiros” passarão
a ficar de certa forma sozinhos,
dizemos que a baleia entrou em ação.

Famosos alcançam seguidores de arromba,
é cem mil em um mês!
Já alguns não-famosos tomam “bomba”
para inchar seus “followers” de uma vez.

Eu vivo a esperar a sexta-feira
reunindo um monte de gente bacana.
Assim, faço um FF de primeira
e de segunda, caio no final de semana!

Para os “tweets” que são o maior barato,
eu aplico um merecido RT.
E para o “tuiteiro” bem chato,
aplico um “unfollow” com muito prazer!

Tu-ia-ter o que fazer
se deixasse de tuitar?
Tu-ia-tar a viver
mais do que já está? 

Autor: Rafael Clodomiro  (@rafael clodomiro)

A distribuição, a circulação, a execução, a interpretação e a produção de obras derivadas desta poesia são permitidas, desde que publicado/atribuído o nome do autor original (Rafael Clodomiro), seja para fins comerciais ou não.

Reações:

6 comentários:

  1. hahahahaha
    Maravilha Rafael. Nova escrita para um novo modelo de escrever.
    Parabéns, adorei!

    ResponderExcluir
  2. Bacana seu poema.
    É realmente estamos tuitando...já é mania!
    Concordo com você, existem muitas pessoas virando mendigos no twitter.
    E você já conhece o #letras365?
    Saudações Literárias amigo das letras, nos vemos no twiter, que aliás foi onde te encontrei...

    ResponderExcluir
  3. Grandiosas e prazerosas saudações!!! Dan e Dani (poderiam ser uma dupla, hein...rsrs) muito obrigado!!!

    - e acabei de conhecer, agora, o #letras365, adorei!
    - e para quem quiser comentar sobre a Poesia do "Tuiter" no Twitter...só mandar #poesiadotuiter,

    valeu galera!

    ResponderExcluir
  4. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  5. suas idéias são incriveis,tomara q Deus abençoe sempre suas ideias,seus pensamentos q tudo de certo q um dia dia eu possa ver seus sonhos realizados como musico ou escritor...parabéns!!!!!!

    ResponderExcluir
  6. Amém, amém, amém! Muito obrigado!!! Que assim seja, definitivamente. :-D

    ResponderExcluir